0 Resenha - "A Noiva Fantasma" - por Bia Aysllan Monteiro

Olá, pessoal, tudo bem?

Eu me chamo Bia Aysllan Monteiro
e estarei contribuindo com algumas resenhas do blog, durante esse ano.
Essa é a primeira resenha do nosso Desafio Literário 2017, o "Desafio dos Doze" e 
pertence ao mês de janeiro. O livro escolhido por mim, foi "A Noiva Fantasma", da Editora
"DarkSide Books", o qual, é um dos meus favoritos e eu super indico à todos!
Espero que gostem e façam parte do desafio, também. Mas, não se esqueçam: 
para participar é preciso nos marcar com a hashtag #DesafioLiterárioLMP!

Essa é uma daquelas histórias que te prendem, do início ao fim e, te fazem suspirar de saudade depois de terminar. O enredo é baseado na cultura asiática do povo Malaio, na antiga Malaia, hoje Malásia, rica em crenças e costumes desconhecidos por muitos - inclusive por mim, até então.

Yangsze Choo, escritora e descendente oriental, narra a história com uma riqueza de detalhes impressionante - proporcionando uma verdadeira imersão do leitor nos costumes chineses da época.



O casamento fantasma é uma tradição milenar chinesa, abolida há algum tempo, mas, ainda seguida por muitos. Tal tradição baseia-se na crença de que, quando um jovem falece, sem ter desposado ninguém em vida, seu espírito fica inquieto e atormentado. Sendo assim, a família do falecido procura uma noiva que "o agrade" e propõe um casamento fantasma. Uma vez aceito, a moça passa a viver com a família do noivo falecido, como uma mulher viúva, sem poder mais se casar em vida.

"Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma. Perguntar talvez não seja bem a palavra. Estávamos em seu escritório, eu folheando um jornal e ele no sofá de vime. A noite estava quente e quieta, com mariposas voando em círculos pelo ar úmido, atraídas pela lamparina acesa. 'O que você disse?' (...)"




A história se passa no ano de 1893, cuja protagonista, Pan Li Lan, encontra-se com 17 anos. Filha única e órfã há muitos anos, por parte de mãe, vítima de varíola, Li Lan, vive em uma casa de poucos recursos, com seu pai e sua Amah - uma ama, a qual cuida dela como sua própria filha, desde que nascera.


Desde a morte de sua mãe - seu grande amor - o pai tornara-se uma pessoa fechada e sem sorrisos, entregando-se ao vício do ópio, esbanjando a maior parte dos recursos financeiros da família e, levando-os a viver com grandes dificuldades. Diante de tal situação, o pai recebe uma proposta de uma família muito rica, para que sua filha realize um casamento fantasma - o que solucionaria sua situação precária.


Mesmo diante de tais dificuldades, o pai questiona a filha sobre, pois tem um grande amor e respeito por suas decisões. Amah desaprova tal oferta e, Li Lan, se apavora, não a aceitando de imediato.

Após a proposta feita, o fantasma de Lin Tian Ching (o noivo proposto e, um fantasma nada bondoso) passa a pressionar sua mãe, em sonhos, para que esta, convença Li Lan a aceitar se casar com ele logo. Atormentada pelo fantasma do filho, a mãe do rapaz convida a menina para um festival em sua casa e, durante a festa, Li Lan conhece Tian Bai, primo de Lin Tian Ching, pelo qual vem a se apaixonar, antes de saber do grau de parentesco entre eles.


Durante a festa, a mãe de seu noivo engana Li Lan, que lhe dá uma presilha sua e ela entrega ao fantasma do filho, por meio da qual, ele pode entrar nos sonhos da menina e passa a assombra-la constantemente.

Diante do tormento que passa a viver em seus sonhos, desde então, Li Lan se recusa a dormir e, com a ajuda de Amah, vai até um centro médium, na tentativa de encontrar uma solução para se livrar do fantasma do suposto noivo. Lá, recebe uma poção para dormir sem ter tais sonhos. Porém, na ansiedade de se libertar dos pesadelos, exagera na dose e entra em coma profundo.


A partir daí, sua alma sai de seu corpo - sem conseguir voltar - e ela passa a vagar pelo mundo dos mortos, desvendando segredos que, sequer imaginava, fala com seu suposto noivo e se vê obrigada a assistir seu corpo em coma, bem como, as pessoas vivas, sem poder interferir em nada.



Com Li Lan vagando pelo mundo dos mortos, o leitor passa a compreender o verdadeiro significado dos origamis, o costume de queima-los para que os mortos possuam riquezas "do outro lado", entre tantas outras crenças que são descritas, ao longo do livro.

Pan Li Lan é uma personagem cativante, pela qual é difícil não se encantar. Um tanto inocente no início, vai adquirindo muita esperteza e coragem ao longo da estória. A menina passa por maus bocados durante sua passagem pelo mundo dos mortos, conhecendo muitos espíritos ruins - os quais, tentam se aproveitar de sua situação transitória, para tirar vantagens - mas, também conhece espíritos bons, como o de sua própria mãe, da qual já não se lembra muito, devido sua pouca idade quando essa falecera.


Além disso, conhece um "ser" do outro lado, o qual transita entre o mundo dos mortos e dos vivos e, que passa a ajuda-la na batalha por sua sobrevivência, em ambos os lados - tornando-se de grande importância para ela.

Na luta travada para conseguir se livrar do tormento imposto por seu suposto noivo, retornar ao seu corpo e decidir com qual pretendente ficará, o livro mergulha o leitor em um verdadeiro mundo fantástico, numa mistura de crenças, tradições, romance e fantasia. Simplesmente impossível não se apaixonar por esse livro!

A história é narrada com uso frequente da linguagem malaia, mas, não se desesperem. Todas as vezes utilizadas, são descritos seus significados no rodapé da página. Além disso, ao final do livro, a autora disponibilizou algumas notas, aonde são descritos crenças e dialetos narrados durante toda estória, o significado chinês dos nomes dos personagens e, ainda, um tutorial de como fazer um origami de "tsuru", com algumas folhas decoradas à parte, para recorte. No entanto, eu aqui, não tive coragem de arrancar nem mesmo uma única folha dessas!


À autora, meus parabéns pela história tão bem escrita e pela forma como apresenta a personagem aos leitores, fazendo-os mergulhar de cabeça em toda a trama. À DarkSide, meus parabéns por mais essa edição sem igual, de uma beleza ímpar e apaixonante - padrão em todas as obras impressas pela editora.


INFORMAÇÕES TÉCNICAS:
Título: A Noiva Fantasma 
Autora: Yangsze Choo 
Editora: DarkSide
Páginas: 345 (mas não deixem de ler o rodapé da última folha!)
Ano de publicação: 2015
Marcador: fita de cetim azul celeste



Bia Aysllan Monteiro


Facebook do Blog Leitura, Magia e Poesia: www.facebook.com/LMPOESIA

Facebook DarkSide Books - www.facebook.com/darksidebooks


Nenhum comentário:

:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Postar um comentário

='100%'/>

 
type='text/javascript'/>